Coleções

OS TUAREGUES

Biella, por ser uma marca alternativa e irreverente, e ter como foco uma mulher contemporânea, independente e desbravadora do mundo, escolhe como tema de sua primeira coleção o universo do maior povo nômade do mundo: Os Tuaregues.
Os Tuaregues são considerados os “homens livres” do deserto. Mantêm uma aura de povo indomável, possuem língua e cultura próprias, e transitam pelos desertos da região da África, entre Mauritânia, Mali, Argélia, Líbia e Níger.
Há séculos, eles se deslocam de dromedário, atravessando as fronteiras invisíveis. De corpo, vemos apenas as mãos, os pés e os olhos, o resto está protegido do calor por camadas finas de roupa e um turbante de vários metros. Em pleno deserto são uma aparição impressionante: surgem do nada, sem ruído, envoltos da poeira do deserto.
Os turbantes são tingidos com o índigo tradicional, o que acaba tingindo- lhes o rosto e as mãos, dando origem ao nome de “homens azuis”.
A coleção da Biella busca as referências desse povo, desde os desenhos corporais, os seus tecidos, até a arquitetura das cidades que esses nômades transitam, e assim dá o nome para cada uma de suas linhas de produto.

LINHA GAO

Linha de bolsas inspirada na cidade de Gao, na região do Mali.
A arquitetura do túmulo de Askia é o monumento mais imponente da cidade, trazendo as principais característica dessas bolsas.

LINHA JAIMA

Linha de bolsas inspirada nos abrigos dos tuaregues.
O tecido e desenhos dos bordados e canutilhos são inspirados nos detalhes das tendas.

LINHA TIN HINAN

Linha de bolsas inspirada na rainha ancestral dos tuaregues. Venerada como a sua primeira rainha, Tin Hinan ainda hoje é designada, por eles, como “Mãe de todos nós”.
A estampa exclusiva das bolsas foi inspirada nos desenhos geométricos das roupas e acessórios da rainha.

LINHA MALI

Linha de bolsas inspirada na região de Mali, um país africano onde muitos tuaregues vivem.
Muitos desses habitantes utilizam amarrações denós, cordas e franjas para carregarem peso sobre suas cabeças, vindo daí a inspiração para as cordas e nós nas bolsas.

LINHA SAHARA

Linha de bolsas inspirada no deserto do Sahara, onde os homens e mulheres tuaregues passam maior parte do tempo.
O desenho dos bordados e dos canutilhos são inspirados nos caminhos naturais da areia do deserto.

LINHA KOHL

Linha de bolsas inspirada pinturas corporais dos homens e mulheres tuaregues. Eles utilizam um pó negro para realizar essas pinturas, que se chama Kohl.
A estampa exclusiva das bolsas foi inspirada nos desenhos geométricos dessas pinturas.

LINHA AGADEZ

Linha de bolsas inspirada na cidade de Agadez, um povoado que se ergue num oásis no centro da região montanhosa de Níger, e é conhecido por ser constante parada dos nômades Tuaregues.
O Tecido cru com estampa artesanal em tie-dye remete às roupas e lenços que o povo tuaregue usa e produz.

LINHA TIMIA

Linha de bolsas inspirada em um dos mais belos oásis da região desértica, onde vivem os Tuaregues. É um respiro de vegetação, flores e frutas no meio do deserto.
O Couro com texturas florais é inspirado nessa vegetação.

LINHA KIDAL

Linha de bolsas inspirada na cidade de Kidal, em Mali, fundada pelo povo tuaregue. A arquitetura de formas simples e monocromáticas da cidade trazem as principais característica dessas bolsas.

LINHA IMRAD

Linha de bolsas inspiradas nos nômades Tuaregues que se denominam Imrad, cujo o significado é: “Homens Livres”. Os Imrad também são conhecidos por pastorear cabras da Tribo.
Os detalhes da estampa do tecido de jacquard são inspirados nos desenhos dos adereços de prata que esse grupo usa.